9 de maio de 2012

Cruzando o Caminho do Sol (A Walk Across The Sun) - Corban Addison



Livro: Cruzando o Caminho do Sol (A Walk Across The Sun)

Autor (a): Corban Addison

Número de Páginas: 448

Editora: Novo Conceito
Sinopse: Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um...
Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.


Estou aqui a pensar em como escrever sobre este livro.

Vou começar dizendo que a capa linda e que em cada novo capítulo tem uma flor desenhada com frases de pessoas famosas ou fragmentos de poemas que tem haver com o capítulo e quero dividir alguns com vocês.

“O coração será partido, e mesmo partido seguirá vivendo” Lord Byron (Pág. 167).

“A coisa mais perigosa é ilusão.” Ralph Waldo Emerson (Pág. 221).

“A esperança pode desaparecer, mas nunca morrer.” Percy Bysshe Shelley (Pág. 231).

“O coração tem razões que a própria razão desconhece.” Blaise Pascal (Pág. 259).

“Cada um se constitui por sua própria fé; tal é a fé, tal é o homem.” Bhagavad Gita (Pág. 287).

“Raramente a verdade é pura e nunca é simples.” Oscar Wilde (Pág. 339).

“A marca da sabedoria é enxergar a realidade além das aparências” Thiruvalluvar (Pág. 407).

“Não permita ao coração arder pelo que já passou.” Épico Ramayana (Pág. 425).


Quero dizer que para mim, foi um livro difícil, não por o livro ser ruim, pelo contrário é ótimo, mas pela história em si.
O autor nos apresenta um mundo horrível de tráfico de pessoas e exploração sexual, e pior ainda com crianças e adolescentes. Enquanto eu lia, algumas vezes me perguntei se realmente existe no mundo pessoas que fazem tanto mal ao seu próximo, capaz de destruir a vida de uma pessoa, e a resposta é simples, sim existe.
Ahalya, 17 anos, Sita, 15 anos, duas irmãs que tem suas vidas mudadas por um tsunami na Índia, elas perdem tudo, inclusive sua família.
Elas saem a vagar procurando por ajuda e caem nas mãos de pessoas erradas. São vendidas para uma casa de prostituição em Mumbai na Índia.
Ahalya é a irmã mais velha e a 1ª a sofrer abusos. Ela tenta ser forte, não demonstrar o seu sofrimento para a irmã mais nova.
Thomas é um advogado que mora em Washington e está tendo problemas em seu casamento. A mulher dele se chama Priya e ela é descendente da Índia e sua família (seu pai), é contra o seu casamento.
Priya abandona Thomas e vai embora para Índia, e algum tempo depois Thomas também vai para lá, para  trabalhar em uma organização em favor das crianças e adolescentes e tentar recuperar o seu casamento.
A vida de Thomas, Ahalya e Sita se cruzam.
A organização onde Thomas trabalha faz uma incursão no bordel onde estão as irmãs e eles conseguem recuperar Ahalya, mas não Sita que já foi vendida novamente para outro homem. Thomas promete para Ahalya que tentará de tudo para trazer a sua irmã de volta.
Meus queridos, vocês não imaginam por tudo que Sita passa, é assustador que um ser humano, no caso dela também uma adolescente, possa suportar tanto. Lendo eu ate me senti covarde, pois não aguentaria metade do que ela passou.
Leiam, vale muito a pena, é um belo livro e tem uma linda mensagem.





10 comentários

  1. Estou doida para ler o livro, o assunto é chocante, mas vi comentários que foi muito bem escrito, e que o autor pesquisou horrores par falar do assunto. A Editora Novo Conceito irá traze-lo para a Bienal de SP esse ano e estou desejando loucamente ter o livro para que o autor possa autografar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Esse com certeza é um livro que quero em breve ler! Tenho ouvido criticas boas e minha curiosidade só aumenta, rsrs.

    Bjs

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  3. Oi minha 1° visita no seu blog,mas já gostei muito pois tem resenha de livros ótimos,quanto ao livro Cruzando o Caminho do Sol confesso que até agora só li resenhas positivas,e a sua e confesso que não acredito também mas Existem pessoas muito Más sim,que usam pessoas como objetos.
    Isso é muito triste principalmente por estarmos no século 21,mas é a verdade.
    Pois quero muito ler esse livro,pois é uma estoria muito triste em que essas 2 irmãs passam.
    quanto ao blog é muito acolhedor,seu layout é muito cut adorei,estou seguindo já e vou levar junto para meu blog.
    Deixo o convite para me visitar e me ajudar lá no blog seguindo,muito Sucesso no seu blog,um beijão.
    Alexandra
    http://magiasbook.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Katielle,

    Vou passar este livro na frente na fila, tenho lido tantas resenhas elogiando que estou muito curiosa. Mas sei que vou sofrer com esta situação, sempre fico arrasada com este tipo de livro, pois mesmo neste caso se tratando de ficção nós sabemos que infelizmente pode ser real.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Achei o livro super interessante, e pretendo lé-lo logo, logo.
    Fiquei arrepiada com a resenha, e acho que vou chorar muito nesse livro kkkk.
    Resenha do livro Radiante, passa lá?
    manuscritodecabeceira.blogspot.com
    Bjs.

    OBS: flor vc pode estar perdendo seguidores pelo link do seu blog não dar certo. o nome maravilhosa está com uma letra errada e a mais. Ajeita isso viu? bjs.

    ResponderExcluir
  6. sobre o link do seu blog, ta dando certo agora flor.
    Quando abria o link, dizia que o blog não existia. Agora deu certo.
    Bjs.
    manuscritodecabeceira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Estou doida por esse livro, pedi de dia das mães vamos ver se ganho, pq meu marido nunca me dá o que eu peço, ele sempre gosta de escolher os livros :P
    bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi Katielli, acredita que estou com este livro na estante e ainda não tive tempo para lê-lo, mas confesso que ele me deixou bem curiosa. Deve ser um tanto quanto emocionante levando-se em consideração o contexto. Adorei sua resenha, me deu mais estimulo.
    http://www.arcadetinta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. flor venho te convidar a participar do 1º sorteio do meu blog, amei teu continho e to te seguindo, aguardo tua visitinha ^^
    http://conxistasonline.blogspot.com.br/2012/05/sorteio-eba.html

    ResponderExcluir
  10. Estou querendo muito ler esse livro. Ele parece ter um carga de emoção bem forte atrás, e isso me chama atenção.
    Espero que eu consiga ter tempo para ler em breve!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir