4 de maio de 2014

O Cavaleiro de Bronze - Paullina Simons

Livro: O Cavaleiro de Bronze
Série: O Cavaleiro de Bronze #1
Autor (a): Paullina Simons
Número de Páginas: 504
Editora: Novo Século (parceria)
Compre aqui.

Sinopse: A Segunda Guerra Mundial ainda não havia alcançado a cidade de Leningrado, onde as duas irmãs Tatiana e Dasha Metanova viviam, dividindo um pequeno cômodo com seu irmão, seus pais e avós. Tudo muda quando as tropas de Hitler atacam a União Soviética e ameaçam invadir a grande, mas decadente, cidade. Fome, desespero e medo tomam conta de Leningrado, durante o terrível inverno no qual a cidade foi submetida ao cerco alemão. No entanto, a luz do amor é sempre capaz de iluminar a mais profunda escuridão. Tatiana conhece Alexander, um jovem e corajoso oficial do Exército Vermelho. O rapaz, forte, confiante e guardando um passado misterioso e problemático, e sente-se atraído por Tatiana — e ela por ele. O amor impossível de Tatiana e Alexander ameaça agora dividir a família Metanova. E que segredo é esse que se esconde no passado do soldado, tão devastador quanto a própria guerra?

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Levantando os olhos negros na direção de Tatiana, como se quisesse medir suas emoções, Deda falou:
– Tanechka, em que você está pensando?
Ela tentou manter o rosto calmo.
– Nada.
– O que passa por essa sua cabeça? É guerra. Entende?
– Entendo.
– Não, acho que não entende – Deda fez uma pausa. - Tania, a vida que você conhece acabou. Marque minhas palavras. De hoje em diante, nada será como você imaginou.

Oi pessoal! Já tô aqui de novo...

Hoje trago para vocês o que talvez tenha sido o livro mais difícil que já resenhei até hoje. Falo de O Cavaleiro de Bronze, de Paullina Simons e publicação da Editora Novo Século. É o primeiro livro de uma trilogia (que no Brasil foi dividido em dois) que leva o mesmo nome. O segundo livro chama-se O Portão Dourado e é lançamento do mês de maio.

O livro conta a história de Tatiana, uma menina de dezessete anos, que vive em plena Rússia Comunista do início dos anos de 1940. Ela é uma garota ingênua, que de muitas maneiras se diverte com a vida que tem. Vive em um apartamento, com seus avós, seus pais e irmãos, os Metanov. Eles repartem dois quartos desse imóvel e uma cozinha, o restante é utilizado de forma comunitária.

Tatiana é gêmea de Pasha, o filho homem, adorado por todos. Dorme com sua irmã Dasha, que lhe confidencia um amor e assim Tatiana acoberta suas saídas. Os rumores sobre a guerra aumentam e a primeira coisa que seu pai faz, é mandar o filho para um acampamento, que o deixa seguro e longe da possibilidade de um alistamento para o front.

A saída do irmão de casa abala um pouco a família e principalmente Tatiana, que passa a sentir uma enorme falta do seu gêmeo. Os rumores sobre a invasão alemã ficam mais intensos e o pai a manda comprar alimentos, com todo o dinheiro que eles possuem. Claro, menina como é, ela demora e faz mil coisas antes de sair e assim, quando chega aos mercados, ou eles não tem mais nada à venda, ou possuem filas intermináveis, onde os produtos acabam antes dos clientes.

Tatiana resolve então perambular pela cidade a fim de encontrar algo que possa levar para casa. E, em uma dessas viagens de ônibus, ela passa a ser seguida por um lindo soldado do Exército Vermelho. Entre muitas olhadas desconfiadas, eles acabam se falando e ele a ajuda a comprar mantimentos e levar para casa. A forma como tudo isso se forma na história deles dois é muito linda, mas quando chegam em casa com as compras, o soldado chamado Alexander, descobre que Tatiana é irmã de Dasha, a moça com quem ele se encontra nas madrugadas.

Eu falei que o livro foi difícil de resenhar porque ele abrange muitos sentimentos e conflitos. Temos uma mocinha querida, ingênua, descobrindo o amor. Temos o conflito dela com a família, que além de tratá-la como uma imprestável, a despreza e ao mesmo tempo a ama. Uma irmã que não a considera, e da parte da menina, uma inteligência e uma coragem que ficam mudas, escondidas sob a dor de tudo o que vive. O amor, a guerra, o desprezo... e o lindo tom poético que nos conforta em meio à dor e à perda.

O livro é profundo, intenso, ameaçador... Desvenda um novo universo diante dos olhos do leitor. Até que ponto podemos ir pelos outros, pelo amor dos outros, pelo abrigo da família? Até onde podemos matar nossos sonhos e nossas vontades? Devemos lutar para matar em nós o sentimento que fere alguém que amamos? Alexander, em alguns momentos, nos provoca raiva. Não é nada atrativo, trata Tatiana com indiferença... Mas as migalhas que ele dá a ela são como um bálsamo que nos enche de esperanças.

– Não haverá outro momento como este. Tão simples, tão descomplicado.
– Você chama isso de descomplicado? – Tatiana balançou a cabeça.
– Claro. – Alexander fez uma pausa – Somos só amigos, caminhando através de Leningrado.

O fato de se passar em Leningrado, Rússia, por si só já é de uma beleza pura e crua. A forma como é narrado, com detalhes importantes, fazem da trama, como um todo, uma das melhores histórias que já li.

Indico com muita propriedade àqueles leitores que gostam de leituras históricas, sobre a segunda guerra e sobre a Rússia e, sobretudo sobre o amor. O livro nos insere no universo dos russos comunistas e a forma como as pessoas viviam na época. É de leitura lenta e meditativa e por isso, prepare-se, não será uma leitura rápida, mas também não será desagradável. É, sim, um verdadeiro presente!

Boa leitura! Divirtam-se!

Até a próxima!

Série O Cavaleiro de Bronze:
0,5. Children of Liberty;
1.    O Cavaleiro de Bronze;
1,5. O Portão Dourado;
2.    Tatiana and Alexander;
3.    The Summer Garden.


Postagem válida para o Top Comentarista maio.

14 comentários

  1. Esse livro parece ter tudo que eu gosto. Adoro ler livros históricos, ainda mais com romance e a segunda guerra mundial. O enredo dessa história me cativou demais, parece ser um ótimo livro mesmo. De nos emocionar e nos fazer refletir, imagino que deva ter sido realmente difícil de ser resenhado. Espero ter oportunidade de lê-lo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Kamilla, espero que você consiga ler sim... É uma ótima leitura, beijos

      Excluir
  2. Ahh para tudo..
    Adorei a sinopse, ainda não conhecia o livro..
    Combina muito com o que gosto de ler esta história.
    Alguns trechos em que voce descreve, me deixou mega curiosa, com certeza já esta anotado na minha lista.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Leticia!!! Leia e depois me conte... beijos e obrigada pelo comentário

      Excluir
  3. Oie!

    Estou louca por este livro, e sua resenha só me deixou mais curiosa. Parece ser um livro ótimo.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa.... espero que goste assim como eu... ;) beijo

      Excluir
  4. Oi flor,
    Leningrado, Russia, guerra...
    Isso tudo me trouxe na cabeça um outro livro (Jardim de Inverno).
    É muito difícil resenhar um livro recheado de emoção, pois ficamos com medo de que o leitor não consiga imaginar tudo o que o livro nos faz sentir.
    Mas pela sua resenha já dá para imaginar uma história bem satisfatória e com muitas lições e talvez até algumas lágrimas kkkk
    Bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acertou na mosca, Karol... espero que leia também... Beijos e obrigada

      Excluir
  5. Gostei do livro logo de cara pois já soube que fala da segunda guerra mundial e eu amo demais livros com esse tema. Misturar assuntos da segunda guerra, Rússia e romance é apaixonante ainda mais quando se tem um pouco de drama e problemas familiares. Com certeza lerei esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Ketlen... se vc gosta dps elementos, sinto muito, hehehe, mas não tem como não gostar de Tatiana e Alexander... Depois nos conte o que achou... beijos e obrigada

      Excluir
  6. Nossa esse livro parece ser ótimo, estou doida pra ler ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, pode acreditar... Esse é daqueles livros que nos dão uma grata surpresa... Já estou doida pela sequência... Obrigada pelo comentário, beijo

      Excluir
  7. Nossa, a capa desse livro é linda.
    Eu adoro romances históricos e a sua resenha faz parecer realmente que é um livro bem intenso.
    Quero muito ler.

    Bjok

    ResponderExcluir
  8. OI Raquel, aposte nele que vale a pena... Eu estou super ansiosa pelo segundo livro... Obrigada pelo comentário e pelos elogios, beijos

    ResponderExcluir