28 de março de 2017

O Ano em que Nos Amamos Perigosamente - Julia Landon

Livro: O Ano em que Nos Amamos Perigosamente
(The Year of Living Scandalously)
Hadley Green #1
Autor (a): Julia Landon
Número de Páginas: 408
Editora: Quinta Essência/Portugal
Compre aqui.

Sinopse: Inglaterra, 1808. Quando Declan O'Conner, conde de Donnelly, chega a Hadley Green para conhecer a nova condessa de Ashwood, basta-lhe apenas um olhar para perceber que a bela nobre que o recebe não é quem deveria ser. Para tentar fugir a um casamento indesejável, Keira Hannigan assumiu a identidade da verdadeira condessa, sua prima, em viagem pelo estrangeiro. Intrigado com o segredo que rodeia a mentirosa sedutora, Declan decide não a desmascarar e até concorda em ajudá-la a lançar luz sobre o mistério que envolve as preciosas joias desaparecidas de Ashwood. A situação, no entanto, precipita-se rapidamente quando um chantagista obscuro ameaça revelar o escândalo e o conde percebe que deve proteger Keira a todo custo.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Olá, como estão?

O livro de hoje é mais um daqui de Portugal, editado pela Quinta Essência, chamado O Ano em que Nos Amamos Perigosamente. Escrito por Julia London, autora de mais de duas dezenas de romances, já recebeu várias indicações ao RITA e recebeu o Romantic Times Bookclub Award. Para saber tudo sobre ela, acesse: www.julialondon.com. Este livro é o primeiro de uma série chamada Hadley Green e possui o título original The Year of Living Scandalously.

O ano é 1793 e Lily Boudini é uma menina muito amada, que vive em Hadley Green com o Conde e a Condessa Ashwood. Ela é travessa, inteligente e muito curiosa. Assim, quando um grande acontecimento, esperado por todos, acontece na residência, Lily vê algo que não devia. Em meio a casais que se abraçam e se acariciam nos corredores, onde ela não deveria estar, presencia cenas escandalosas e também uma pessoa que foge nas sombras, durante a madrugada.

Em meio aos festejos do festival que dura o dia todo, alguém roubou as joias mais preciosas da condessa e Lily viu o homem fugir durante a madrugada. Este é acusado e, devido ao testemunho de Lily, é enforcado cinco dias depois do acontecido. Nada mais será igual, os donos da casa discutem e Lily se vê deixando a casa e indo morar com a sua outra tia na Irlanda. Lá ela refaz sua vida até que anos depois recebe a notícia de que o Conde morreu e ela é a nova Condessa de Ashwood, herdeira da propriedade e do título.

Assim, Lily vê-se na iminência de perder uma oportunidade de estar mais perto de seu pretendente e Keira, sua prima querida, que a tem como irmã, vê-se na iminência de casar com quem não quer. As duas bolam um plano infalível, elas trocarão de lugar. Keira assume a identidade da condessa e Lily segue em viagem para a Itália. As coisas ocorrem de forma muito fácil e, mesmo sem querer mentir, assim que Keira chega à Hadley Green, vê-se diante de pessoas que a confundem com Lily e ela não consegue desmentir.

Os anos passam e o mistério acerca do roubo de Hadley Green nunca foi resolvido. Declan O'Conner, conde de Donnelly, chega a Hadley Green vindo da Irlanda para criar seus cavalos e aproveita para conhecer a nova condessa de Ashwood. Mas basta-lhe apenas um olhar para que ele tenha certeza de que a bela moça que o recebe não é quem diz ser, pois ela é Keira, seu amor do passado.

O livro é instigante e cheio de “farpas”, por assim dizer. Lily aparece somente ao final, mas permeia toda a história. Sua mágoa por ter acusado um homem ao qual não viu o rosto, suas más lembranças do lugar, fazem com que tomemos entendimento dos fatos somente junto dos personagens. Isso causou-me certa inquietação, mas após a metade do livro, eu já estava conformada de que o final seria fantástico e assim foi.

Este primeiro livro deixa muitas lacunas acerca do que ainda vai acontecer na trama, pois além de termos um vilão muito mau e chantagista, ele acaba nos mostrando a verdadeira face somente às últimas páginas, com uma risada maquiavélica. Agora, cá estou eu, ansiosa e desesperada pelo próximo livro, já que este não me contou nem metade das coisas que eu quero saber sobre o mistério do sumiço das joias e o destino dos personagens.

O livro é muito estimulante, apresenta-nos os personagens de uma forma diversa, já que Lily, a personagem que abre a trama, some em determinada parte e só reaparece bem no final do livro. Isso foi proposital e muito bem escrito, pois nos proporciona conhecer a fundo a vida de Keira e Declan e o quanto eles implicam um com o outro. Declan é um homem muito correto e, logo de cara, ele atiça Keira pelas mentiras que ela conta, mas ao se dar conta de que ela corre perigo, dispõe-se a ajudá-la com todas as forças e meios que tiver. Isso tudo reacenderá as chamas que estavam adormecidas.

Adorei essa história, adorei os personagens e a forma como a autora conduziu o enredo. Pena foi ter um final não tão conclusivo, pois agora aguardo o próximo livro para saber mais.

Leiam, divirtam-se! Ah, espero que alguma editora se interesse por publicar essa autora no Brasil, ela é maravilhosa.

Beijinhos...

Hadley Green: 
01. O Ano em que Nos Amamos Perigosamente;
1,5. The Christmas Secret;
02. A Vingança de Lorde Eberlin;
03. The Seduction of Lady X;
04. The Last Debutante.

Outras capas: 

 


3 comentários

  1. Oi Lu, a história parece ser realmente inquietante e não consegui decidir se iria gostar ou não e fiquei com algumas dúvidas, Lily (minha quase xará haha), acusa um homem sem vê-lo de verdade e ele é enforcado? É enviada pra longe, mais a história desse livro não é dela? Keira e Declan tem sua história concluída? kkkkk
    A capa é linda e não conhecia a autora mas vou pesquisar mais sobre ela. Gostei da resenha e de conhecer mais essa maravilha de Portugal ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, querida, o livro é mesmo uma loucura! Tem tudo isso mesmo, fatos nebulosos e conflituosos que só deixam a gente com um misto de curiosidade e indignação. Até o final eu não fazia menor ideia do que aconteceria. Keira e Declan tem sim sua história concluída, mas o final é uma verdadeira bomba a estourar nas primeiras páginas do próximo livro, kkkk Sinto tanto que esses livros demorem tanto pra chegar aí... Obrigada por estar sempre comigo, em breve mandarei umas surpresinhas aí pra casa, nessa terra linda de viver! Beijo <3

      Excluir
    2. Tb sinto que demorem tanto pra chegar por aqui Lu :/rsrs só resta esperar, torcer e acompanhar tuas resenhas :D :)

      Excluir