29 de agosto de 2017

Fuck Love - Tarryn Fisher

Livro: Fuck Love Louco Amor 
Autor (a): Tarryn Fisher
Número de Páginas: 288
Editora: Faro
Compre aqui e aqui.

Sinopse: Helena Conway se apaixonou. 
Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo. 
Kit Isley é o oposto dela – desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. 
Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. 
Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... 
"Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio; sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente." 
Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela , todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. 
Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, tudo bem?

A resenha de hoje é do livro Fuck Love da autora Tarryn Fisher e publicação da Faro Editorial.

Não é segredo para ninguém que gosto muito da Tarryn, a trilogia Amor e Mentiras me conquistou e sempre espero pelos livros dela. Fuck Love estava no topo dos meus desejados, primeiramente pelo título e depois pela capa. Iniciei a leitura com as expectativas lá em cima e agora, um mês depois de ter lido, ainda não sei como me sinto. Faz um mês que penso sobre a história e ainda não sei dizer se gosto ou não. É muito difícil falar dos livros da Tarryn, pois as suas histórias vão contra ao que estou acostumada a ler; ela nos mostra um lado feio, os desejos mais profundos das pessoas, mesmo que seja errado desejar qualquer coisa, e no caso deste livro, é desejar o namorado da sua melhor amiga. Desde o primeiro livro que li dela fiquei impactada e com Fuck Love não foi diferente.

O livro conta a história de Helena Conway que depois do sonho mais louco da sua vida se vê encantada por Kit Isley. Eles são totalmente opostos, a princípio não combinam em nada, mas conforme o tempo passa e a convivência aumenta, ela percebe que eles têm muito em comum, inclusive uma pessoa. De um momento para o outro Helena passa a viver um grande tormento, pois percebe que está apaixonada pelo namorado de sua melhor amiga.

Durante a história Helena vive um grande dilema, afinal, o sentimento que está no seu coração parece muito errado. Mas aí surgem os questionamentos e, cada vez que ela tem que encontrar com Kit, se afunda ainda mais em pensamentos obscuros.

Como falei anteriormente a autora não enfeita a história e nem nos faz acreditar que teremos um final feliz, ela nos mostra a realidade, mostra o lado bonito e o feio do amor. É quase desesperador sentir o que a Helena sente, o sentimento é errado, mas quem escolhe por quem se apaixonar? O coração é traiçoeiro e ela sente isso na pele. Helena tenta fugir de tudo e de todos, mas quando o destino decide alguma coisa nem mesmo ela é capaz de escapar disso.

Fuck Love iniciou de uma maneira e no decorrer das páginas a trama foi mudando de figura. Do meio para o final o livro muda muito e fiquei surpresa com todos os acontecimentos. É bonito e é triste, o coração da Helena sangrou e o meu também e, mesmo que seja errado, eu estava torcendo muito para que ela ficasse com Kit. Alguns devem pensar que ele é o namorado da melhor amiga, mas são tantos acontecimentos que às vezes as coisas podem mudar.

O livro tem uma narrativa viciante e é impossível largar a leitura, a cada capítulo ficamos mais fissurados na história e curiosos para o que virá a seguir. A autora com certeza sabe entreter, as histórias dela nos mostram a realidade e eu gosto muito disso.

Queria escrever mais para vocês, mas ainda não consigo. Acho que daqui a muito tempo vou lembrar desta história e ainda não saberei o que pensar. A edição a Faro Editorial está impecável e mesmo que eu tivesse odiado o que li ainda iria querer ter o livro na estante, pois ele é muito lindo.

Enfim, recomendo a leitura, Fuck Love é um livro sobre pessoas egoístas, manipuladoras e covardes. Se você gostou da Trilogia Amores Improváveis pode se jogar na leitura.

Na vida existem limites claros e sólidos, que jamais deveriam ser transpostos. Fantasiar um relacionamento com o namorado da melhor amiga é um desses.
Nós nem sempre queremos o que é certo. Queremos o que não podemos ter.

Leitura recomenda.

Outras capas:

 


4 comentários

  1. Amiga adorei conferir suas impressões dessa leitura, fiz resenha dele lá no blog também (depois passa lá para conferir e comentar ok!?).
    Nós sabemos que a autora prefere escrever sobre personagens polêmicos, do tipo que não segue as regras e em muitos casos são considerados vilões, mas na realidade todos nós temos o bom e o ruim dentro de nós não é??? Basta analisar para qual lado damos mais ouvido!!!
    No caso de F*ck Love confesso que odiei a "melhor amiga" da Helena. Della é muito nojentinha e para mim a autora colocou em check as amizades que nos sugam a vida inteira e apenas em momentos como esse (uma competição mais direta) é que percebemos que passamos a vida inteira sendo leal a quem não merecia. Enfim essa foi a mensagem que mais me marcou nessa história, além claro da busca da protagonista em definir quem realmente ela era.
    Parabéns pela leitura e resenha. Beijos e saudades!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amiga!
      Obrigada pelo comentário cheio de amor e carinho.
      Um beijo.

      Excluir
  2. Katielle, eu simplesmente amo o seu blog. Faz um bom tempo que acompanho o seu trabalho e logo de cara já virei seu fã, de verdade. Você escreve super bem, suas resenhas são ótimas!

    Gostei muito dessa resenha, me interessei pelo livro. Fiquei curioso pela parte em que nos mostra um lado, como tu mesma disse, feio, os desejos mais profundos dos seres humanos. Esse lance de querer o namorado da melhor amiga acontece muito, infelizmente.

    Estou ansioso pra ler o livro, sua resenha despertou essa curiosidade em mim. Um abraço, Dieison, de Humaitá, interior do RS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dieison!
      Obrigada pelo seu comentário e carinho. Que bom tu gosta do blog, sempre queremos melhorar e trazer novidades.

      Espero você leia o livro, Fuck Love é daqueles tipos que a gente ama ou odeia, tomara que você ame kkkk
      Beijo.

      Excluir