14 de julho de 2017

Contigo Para a Eternidade - Jude Deveraux

Livro: Contigo Para a Eternidade
(Ever After)
Noivas de Nantucket #3
Autor (a): Jude Deveraux
Número de Páginas: 408
Editora: Quinta Essência
Compre aqui.

Sinopse: A jovem fisioterapeuta Hallie Hartley acreditava estar habituada aos caprichos da meia-irmã, Shelly. Até ao dia em que descobre que ela se apropriou da sua identidade com o objetivo de lhe roubar uma herança. 
Num impulso, Hallie parte para a ilha de Nantucket, à descoberta da mansão que lhe foi deixada por um misterioso familiar. Mas a presença d e um hóspede inesperado vai virar-lhe a vida de pernas para o ar. O desconhecido (e extremamente atraente) James Taggert está a ocupar um dos quartos e precisa dos seus serviços. Tem um ferimento na perna, fruto de um acidente de esqui. Mas Hallie depressa percebe que as cicatrizes de Jamie não são apenas físicas – e que os pesadelos que o assolam só têm uma cura...
Naquela mágica ilha, tudo pode acontecer. E com a ajuda de dois fantasmas casamenteiros, o caminho para o amor, ainda que repleto de obstáculos, depressa se revela... 
A belíssima conclusão da série Noivas de Nantucket que o vai deixar a suspirar por mais.

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Oi gente, tudo bem?

Hoje trago a resenha do último livro da trilogia Noivas de Nantucket, escrito pela diva Jude Deveraux. Este livro é um dos mais de 43 títulos publicados pela escritora, que foi parar na lista dos mais vendidos do New York Times. Jude já vendeu mais de 60 milhões de livros, traduzidos para 18 línguas. Este livro é uma publicação portuguesa, da Editora Quinta Essência.

Hallie é uma moça batalhadora e faz de tudo para manter a vida em ordem, depois que ficou sozinha com a meia-irmã Shelly. Ela é uma fisioterapeuta que dá muito duro para pagar as despesas da casa e ainda dar tudo o que sobra para satisfazer as vontades de sua meia-irmã metida a besta.

A boa moça faz, mesmo contra a vontade, os maiores absurdos para contentar os caprichos de Shelly, que além de metida e irritante, é muito, mas muito mal agradecida. Tanto que um dia, no momento em que sai para o trabalho, Hallie descobre que sua irmã tem uma visita muito importante (personagem dos livros anteriores...). Ao voltar para buscar algo que esqueceu, ela descobre que Shelly se apropriou de sua identidade e falsificou sua assinatura para poder ficar com uma herança que Hallie nem sabia da existência.

Movida pela raiva e pelo desgosto, Hallie parte para a ilha de Nantucket, a fim de conhecer a casa que agora é sua, através do testamento de um estranho familiar que ela nunca conheceu. Hallie tem de cuidar de sua nova moradia, que vem com o bônus (graças à irmã mentirosa) de ter que cuidar de um hóspede ferido na perna, que precisa de reabilitação. Tudo está no caminho certo, ela ama o que faz e também amou conhecer o lugar fantástico que herdou.

O desconhecido é um lindo homem, muito atraente, que vira a cabeça e seus olhos. Agora sim, sua vida está de pernas para o ar, tendo que conviver com este enigmático e extremamente atraente morador chamado James.

James Taggert ocupa um dos quartos da casa e, devido a um ferimento na perna, precisa de atenção. Por esses serviços, Hallie será muito bem paga e ela sabe que precisa desse dinheiro para manter não só sua vida nos eixos, mas também a bela casa que agora possui.

Assim que começa a trabalhar, sente uma certa relutância de parte de James, que demonstra muita ansiedade e contrariedade ao tratamento. Hallie é muito perceptiva e passa a ver que Jamie tem cicatrizes que não são só as visíveis pelo seu belo corpo. Ele é assolado por pesadelos terríveis, que só consegue depois de adormecer com o uso de medicamentos.

Nantucket é um lugar mágico, onde tudo acontece. Hallie e Jamie, incendiados pelo desejo e assolados pelos mistérios de suas vidas, terão a ajuda de dois fantasmas que só aparecem para pessoas especiais. O caminho para o amor, mesmo repleto de pedras, revela-se diante de todos, apesar do muro de defesa erguido por Jamie. Hallie contará com a ajuda de toda a família dele para que possa viver o melhor de sua vida.

Que belo desfecho, que belíssima obra. Neste livro encontramos os belos personagens anteriores, as belas paisagens e a pesada influência dos fantasmas que lá residem e sempre colaboram para que o melhor possível aconteça.

Este livro lembrou-me muito Beleza Perdida, deixou-me cheia de suspiros e, apesar de muito satisfeita, triste por já ter acabado. Espero agora ter mais livros dessa autora na minha estante e rezar para que publiquem mais deles aí no Brasil (ainda bem que o primeiro já saiu e se quiser ver a resenha, clique aqui).

Beijinho e até mais ;)

Noivas de Nantucket:
02. Para todo o sempre;
03. Contigo Para a Eternidade.

Outras capas:

   




2 comentários

  1. Oi Lu, que capa linda <3 Li o primeiro livro dessa série que foi lançado por aqui e curti, talvez não tenha amado tanto os fantasmas rsrs, mas a história é boa e espero que a editora dê prosseguimento a série. Sobre esse livro, tem elementos que gosto muito, mocinho atormentado, belas paisagens e uma protagonista cativante, quero sim ter a oportunidade de ler sobre eles e já odeio a irmã, as mal agradecidas não as pires haha. Os fantasmas me preocupam, mas não tanto. Resenha linda *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lili, sabe que tudo muda muito a cada livro. Nada é igual e os fantasmas também não são os mesmos. No segundo os fantasmas são mais perturbados, mas neste terceiro livro elas são uns amores. Espero que logo saia o segundo aí, são livros ótimos e as capas daqui são mesmo um xodó. Pensa num papel fosco com os detalhes em brilho... amo. Obrigada pelo comentário, sempre amo. Beijo

      Excluir