22 de maio de 2013

Eu, Meu Pai e Meus Outros Amores - Lilian Reis

 Skoob
Livro: Eu, Meu Pai e Meus Outros Amores
Autor (a): Lilian Reis
Número de Páginas: 320
Editora: Novo Século

Jade é uma linda adolescente, loira, com expressivos olhos verdes e mora no Rio de Janeiro com sua mãe e padrasto. Ela levava uma vida feliz e tranquila, porém em uma noite depois de uma festa, o carro em que ela está sofre um acidente e ela perde seus familiares.

Depois de vinte e oito dias em coma Jade acorda no hospital sem saber muito sobre o ocorrido e para sua surpresa quem a esta acompanhando é o homem que ela sente mais raiva no mundo, Bernardo, seu pai.
Sim, amava meu pai, meu paizinho que me embalava e me fazia dormir, que me contava histórias e que acreditava ser um herói, pois quando tremia de pavor era ele quem me socorria. Contudo havia jurado para mim mesma que ele jamais saberia, afinal ele não se importava mais comigo.
Bernardo está ali para confortar sua filha, ele sabe que a relação deles é complicada e ainda assim decide levar Jade embora, para sua fazenda no interior de Minas Gerais.

Jade está passando por um momento conturbado, ainda mais agora que se vê obrigada a morar com seu pai. Ela guarda muitas mágoas e ressentimentos de Bernardo, mas conforme o tempo vai passando a armadura dela começa a quebrar e ela passa a relembrar todos os bons momentos que eles passaram juntos. Jade é uma protagonista que me deixou com sentimentos controversos, a maioria do tempo ela é totalmente mimada e egoísta e com isso fui ficando irritada, porém, tiveram outros momentos que ela demonstra ser uma pessoa carente, totalmente faminta por afeto e isso tocou meu coração.

Na fazenda, Jade tende a adaptar-se a este novo mundo e aprender a conviver com sua nova família daqui para frente. Além de seu pai Bernardo, tem sua madrasta Isolda e dois irmãos emprestados Duke e Fred. Com Duke, ela se da bem logo de cara, mas Fred será seu maior problema, ele irá despertar sentimentos que Jade nunca sentiu.
- Chorar, sorrir, sofrer, se divertir, amar, ganhar, perder, se encontrar, descobrir coisas novas, descobrir que erramos às vezes. Reconhecer os próprios erros e tentar acertar. Ser normal é ser humano!

Gostei muito desse livro, apesar de confundir-me em alguns momentos com a narrativa foi uma leitura tranquila. Sempre que são abordados assuntos familiares me sinto tocada e este livro em especial mexeu muito comigo, conforme o tempo foi passando a relação tratada entre pai e filha foi ficando muito especial. Algo que me deixou feliz é o amadurecimento de Jade, ela passa por tantas coisas, tantas situações que não sei se eu iria aguentar no lugar dela e quando ela começa achar que tudo está caminhando nos trilhos novamente à vida da um jeito de dar mais uma guinada. Fiquei muito surpresa com este livro, não esperava tantas emoções e sentimentos. Fui absorvida completamente pela história e adorei cada página.

Parabéns a Lilian Reis por este belo livro, um livro que nos toca no fundo do coração.

Leitura recomendada.

14 comentários

  1. Legal! Eu gostei.
    Só achei, pelo que entendi do liro, que a capa não condiz muito. Parece que fala mais sobre assuntos familiares... mas sei lá né? Não li ainda.

    :) Na Próxima Página...

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Gostei da história do livro, mas sei lá eu esperava mais dele.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  3. Muito fofa essa história, gostei dela. Tem um jeito de ser gostosa de ler e bem bonita. Eu gostei.

    ResponderExcluir
  4. Não dava nada pelo livro, mas agora estou interessada. Gosto muito de histórias com temas familiares e não é tão comum histórias de pai e filha (tem bastante de mãe e filha/o, pai e filho ou da família como um todo). Acho bacana esta reaproximação dos dois. Apesar de ser uma leitura leve, como você disse, deve ser cheia de sentimentos e emoções.
    Parece realmente legal.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Katielle, pela linda resenha, e é sim um livro que aborda problemas familiares, mas também tem um "Q" bem romântico e sensual... não é? Embora seja de forma leve e tranquila. Obrigada querida valeu mesmo. Beijo em você e todos os seus seguidores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Lilian, a relação de Jade e Fred é ótima, mesmo que seja um pouco perturbadora :)
      Mas, para mim o que mais valeu foi a relação entre pai e filha, fiquei emocionada.
      Beijos!

      Excluir
  6. Que boa dica nacional, lendo sua resenha me lembrei de A última música, essa relação de pai e filha, já anotei como dica!

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  7. A estória parece boa, mas já li um livro com temática essa temática então não me animei muito a ler esse.

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia o livro e com certeza ele faz farte dos meus desejados.
    Jade passou por tantas coisas que quero conhecer melhor sua história.
    É um livro e tanto. Vejo isso em cada resenha que leio. Nunca li, mas recomendo. hehehe

    ResponderExcluir
  9. livro nacional? legal
    pena que a história não me interessou muito :/

    ResponderExcluir
  10. Kati, nao esperava muito deste livro, achei q fosse ser bastante cliche ou algo assim, mas depois da sua resenha eu me interessei realmente em le-lo! :D
    Estava com sdd do seu blog :)
    Beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Estou querendo muito ler esse livro, depois dessa resenha. Eu não dava tantas expectativas, mas agora percebo que pode ser ótimo, e mexer com meus sentimentos. Só não gostei muito da capa, não achei muita familiaridade com a sua resenha!
    Deixando de lado os 'porém', realmente quero lê-lo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Já li outras resenhas positivas desse livro.
    Gosto de tramas que abordam assuntos familiares.

    ResponderExcluir
  13. Oi Kati,

    Eu gosto da capa desse livro, mas esse título "e meus outros amores" dá a entender que ela vai ser apaixonar várias vezes e, pelo visto, não é bem isso que acontece.
    Nunca tinha lido a sinopse ou alguma opinião sobre ele e fiquei com uma impressão positivas, mesmo que alguns pontos ressaltados não tenham sido tão bons, como a narrativa confusa em alguns momentos.
    Tenho problema com protagonistas irritantes, mas ao menos essa parece que amadurece e isso é importante haha Também devemos levar em conta a situação delicada em que ela se encontra, no contexto não é nada fácil.

    Beijos!

    ResponderExcluir