11 de julho de 2013

Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

Livro: Como Eu Era Antes de Você (Me Before You)
Autor (a): Jojo Moyes
Número de Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Compre aqui.


Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento.
O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro. Como eu era antes de você é uma história de amor e uma história de família, mas acima de tudo é uma história sobre a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
Lindo, emocionante e triste.

Vocês sabem aquele livro que quando olhamos a capa não damos nada por ele? Pensei isto deste livro  e ao longo da leitura percebi o quanto estava enganada. Este livro é perfeito, com uma história comovente e impossível de não se apaixonar.

Quando iniciei a leitura não esperava o que encontrei pela frente. Will, um homem que era cheio de vida, gostava de trabalhar, fazer esportes radicais, enfim curtir a vida. Até que por uma fatalidade do destino ele é atropelado e fica tetraplégico. A vida para Will acabou nesse momento. Passados dois anos do acidente a mãe dele contrata uma nova pessoa para cuidá-lo, Louisa Clarck.

Lou Clarck, como é chamada, tem vinte e seis anos e não tem nenhuma perspectiva de vida. Só o que ela faz é trabalhar para ajudar sua família em casa e namora Patrick (que odiei!!), porém, depois que começa a trabalhar cuidando de Will sua visão sobre a vida muda e com a ajuda dele ela irá melhorar muito.

Não sei nem como começar a escrever algo sobre Como Eu Era Antes de Você. Fiquei muito emocionada com a leitura, esse é  aquele tipo de livro que nos faz refletir sobre a vida, que quando nos terminamos, deixa a cabeça cheia de questionamentos. Lendo eu chorei muito (quase até desidratar), nunca tinha chorado tanto lendo um livro.

O relacionamento de Will e Lou é bem complicado. Ele não aceita a condição em que vive e ela só quer ajudá-lo a ter uma vida melhor. O livro nos mostra vários percalços que as pessoas nas condições de Will têm que passar, uma delas é a difícil acessibilidade a locais públicos. Um dos momentos que fiquei bem emocionada foi onde a Jojo Moyes descreveu o olhar de pena que as pessoas como nós lançamos a pessoas como Will, muitas vezes nem é por maldade, mas na maioria das vezes nosso olhar de pena está lá.

No início Wil foi bem estúpido com Lou, nada do que ela fazia estava bom, mas no momento em que ela passa a tratá-lo da mesma maneira tudo muda. Conforme a leitura flui, descobrimos alguns segredos e algumas coisas do passado de Will, isso vai nos deixando abalados.

Se você que vai ler esse livro espera por um romance cheio de açúcar e com alguns milagres, então não leia, ele não é assim. Como Eu Era Antes de Você é um romance/drama da vida real, que vai encher sua cabeça de pensamentos e te fazer pensar em não reclamar tanto da vida, pois, existem pessoas com muito mais problemas que os nossos (foi exatamente assim que me senti).

Se hoje alguém perguntar: Qual seu livro preferido? Vou responder que sem dúvidas que é Como Eu Era Antes de Você.

Leiam essa história maravilhosa.

Eu gostaria de sentir pena dele. Eu realmente queria. Quando o pegava olhando para fora através da janela, pensava que ele era a pessoa mais triste que eu já conhecera. E, à medida que os dias de passavam e eu notava que sua condição não tinha relação somente com o fato de estar preso naquela cadeira ou com a sua liberdade física, mas por uma série infinita de problemas de saúde, riscos e desconfortos, conclui que, se eu fosse Will, provavelmente também me sentiria infeliz. 
- Não quero entrar agora. Quero ficar sentado aqui e pensar que... – Engoliu em seco.

Mesmo no escuro, pareceu fazer um esforço.
- Quero... ser apenas um homem que foi a um concerto com uma garota de vestido vermelho. Só  por mais alguns minutos. 
(...) Só sei dizer que você me transformou... numa pessoa que eu nem imaginava. Você  me faz feliz, mesmo quando é horroroso. Prefiro estar com esse você que você deprecia do que com qualquer outra pessoa do mundo. 

Leitura recomendada.

Outras capas:






14 comentários

  1. Olá querida!

    EU já li algumas resenhas desse livro e me emociono a cada uma, a sua não poderia ser diferente!

    Já tenho a certeza que essa leitura será uma das minhas próximas e estou doida para saber o que eu irei achar!

    Mil beijinhos

    PS- A capa brasileira achei mais bonita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michelle,
      Tenho certeza que tu irá gostar muito.
      Bjos!
      Katielle

      Excluir
  2. Nossa! Confesso que também me enganei, quando vi ele não dava muito não, mas agora lendo a sua resenha fiquei louca pra ler! Nesses dias vi um filme até parecido, era um atleta, jogador de basquete que tinha tudo, mulher que ele amava, familia boa, sucesso, dinheiro, ai ele sofre um acidente, a mulher o abandona e somente a mãe e prima da ex-mulher (que não é considerada muito bonita) ficam do lado dele e o ajudam a se recuperar,m muito lindo o filme, será que é baseado? Sendo ou não fiquei louca pra ler!
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Greici,
      Acho que não é baseado, pois apesar de ter alguns pontos parecidos com os que tu citastes, algumas coisas são bem diferentes.
      Bjus!

      Excluir
  3. Eu particularmente achei a capa linda, rs. Já li várias resenhas sobre esse livro, e não vi nenhum até agora falar mal dele. E cada nova resenha fico louca pra ler esse livro. Eu necessito ler esse livro, sério. Meu aniversário tá chegando, vou pedir presente adiantado! rs

    ResponderExcluir
  4. A capa é tão linda <33
    A cada resenha que leio fico mais curiosa pra ler esse livro, parece ser bem emocionante mesmo. Espero ler o mais breve possível.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da capa que está abaixo das demais, muito fofa.
    Pensei que era um romance, mas depois de ler algumas resenhas, percebi que é muito mais e pretendo lê-lo em breve.

    ResponderExcluir
  6. Jojo Moyes, eu amo essa mulher *-* Chorei rios com A última Carta de amor e sou louca pra ler esse também, rs
    Adoro esses romances meio melancólicos, e a escrita dela é fora de série!
    Sem contar a capa... e a última então? Perfeita demais ♥
    Beijinhos.

    http://missthay.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais,
      Ainda não li A Ultima Carta de Amor, mas será um dos próximos, acho que vou me emocionar de novo...hehehe
      Beijos.
      Katielle

      Excluir
  7. Ahh eu quero muito ler esse livro, mas tenho um medo pq ele parece tão triste. E geralmente quando isso acontece acabo parando a leitura na metade e deixando o livro de "castigo". Mas acho que provavelmente vou acabar lendo-o.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naty,
      Le sim, vale muito a pena o livro é lindo de mais.
      Beijos.
      Katielle

      Excluir
  8. Eu estou com o livro aqui pra ler, não comecei a ler ainda, mas pelo menos já estou preparada para a história não-água-com-açúcar. Rsrsrs', brincadeiras a parte eu quero mesmo ler esse livro e com todas as críticas maravilhosas é impossível não criar expectativas, vamos ver se vai ser tudo isso.

    ResponderExcluir
  9. É tão estranho como o fato de somente mencionar esse livro já me dá um aperto no peito… História linda, porem muito triste. Confesso que como fã do “E foram felizes para sempre” eu estou meio deprimida desde anteontem que foi quando terminei a leitura. Já indiquei pra um monte de amigas e estou com vontade de ler outros livros da autora, mas tô com medo… “Você mudou a minha vida. Não pense muito em mim. Não quero que você fique toda sentimental. Apenas viva bem. Apenas viva. Com amor, Will.” Essa parte me fez chorar tanto, tanto que depois que eu parei de chorar fiquei durante muitos dias pensando na vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Keila,
      Esse livro me marcou. Até hoje digo que ele é o livro mais lindo que li, apesar do final. Também sou fã de felizes para sempre, mas essa história é linda mesmo com o final triste.
      Ainda não li outros livros da autora, mas estão na minha lista.
      Te indico Kristin Hannah para ler, as histórias delas são reais e dramáticas e todos seus livros são lindos.
      Beijos.
      Katielle

      Excluir