25 de setembro de 2013

Cartas Para Um Pai - Janaina Rico

Oi gente, 
Pela primeira vez aqui no blog teremos uma resenha dupla em parceria com a Michelle do blog As Leituras da Mila.
O livro escolhido é o novo lançamento da Editora Modo e da escritora Janaina Rico. Espero que gostem.

Livro: Cartas Para Um Pai
Autor (a): Janaina Rico
Número de Páginas: 260
Editora: MODO

Sinopse: Juliana achou que suas férias em João Pessoa renderiam apenas fotos e boas lembranças, mas não foi assim que as coisas se desenrolaram. Uma gravidez inesperada alterou toda a sua vida e para se comunicar com o pai do bebê, as cartas foram a melhor escolha. Um livro emocionante e envolvente, sobre amores e a formação de uma nova vida.

Cartas Para Um Pai foi uma grande surpresa para mim. Quando adquiri este livro, não esperava tantas emoções.

Juliana está partindo em férias para João Pessoa, onde ficará por 30 dias para descansar e curtir a vida. Logo no primeiro dia ela conhece Anderson, um cara maravilhoso que desperta muitos desejos nela. Como Juliana quer curtir, acaba se envolvendo em um romance com Anderson e os dois ficam por 30 dias curtindo tudo que a cidade tem a oferecer. Quando retorna para sua cidade Juliana percebe que algo está diferente e descobre que está grávida.

Assim, damos início à  história de Juliana. Ela fica desesperada (quem não ficaria) e logo começa a se corresponder com Anderson através de cartas, a primeira para contar que está grávida e o que me deixou de queixo caído, ela relata ali que iria criar o filho sozinha, não queria apoio dele. Sim, eu fiquei um pouco apavorada por Juliana, imaginem o quanto já deve ser difícil criar um filho com os pais presentes, pensem como dever ser somente com a mãe. O desespero dela chega a ser tanto que ela até pensa em meios de não ter essa criança, mas conforme os dias passam ela vai se acostumando com a ideia de ter o bebê.

Eu gostei muito da forma como o livro foi escrito, ele é praticamente todo narrado pelas cartas. Acredito que Juliana encontrou esse meio para desabafar seus medos, ânsias e angústias que não são poucas e nós leitores embarcamos com ela em tudo isso. Eu não sou mãe, mas me emocionei muito, senti cada palavra, cada dor, cada alegria e cada vitória dela.

Cartas Para Um Pai é totalmente envolvente e fiquei feliz com a história.  Tive sentimentos controversos e tentei entender algumas atitudes da protagonista, como por exemplo, criar o filho sozinha sem deixar o pai ter a oportunidade de conhecê-lo. Juliana narrou nas cartas, que Anderson queria participar da criação da criança, mas acredito que ele deveria ter sido mais incisivo, imposto sua vontade. Para mim o livro foi de muitas reflexões referentes às atitudes tomadas por Juliana, ela acreditando que estava fazendo o melhor para seu filho. Não sou ninguém para julgar, mas não sei o que faria no lugar dela.

A edição da Editora Modo está linda, perfeita. Acho que um dos livros mais lindos que tenho. Parabéns a Janaina Rico por escrever um livro tão maravilhoso. 

Comecei a sentir raiva daquele neném que sugava todas as minhas energias e me deixava completamente apática e faminta. Não era possível que gravidez fosse uma coisa tão ruim, quando sempre ouvi falar que era uma coisa boa. Nas novelas e nos filmes elas só vomitam para desconfiar da gravidez e depois ficam lindas, dispostas e continuam usando salto alto. Seria justo se comigo acontecesse algo assim, mas a vida nem sempre é feita de justiças. 
Parece que é uma loucura da minha cabeça, mas percebo que quando estou triste, ele fica triste. Quando estou alegre, ele fica alegre. Eu entendo o que ele está sentindo, assim como ele me entende. Acho que através do cordão umbilical passam muito mais coisas do que meros nutrientes.


Resenha da Michelle.

O livro conta a história de Juliana e como sua vida mudou totalmente, depois das férias dos seus sonhos.
Juliana é uma jovem brasiliense, universitária que esperava a conclusão da faculdade para subir de cargo.
Durante o ano, Juliana juntou dinheiro, para ter as férias do seu sonho em João Pessoa, lá ela conhece Anderson e assim se inicia o romance deles, um romance bem intenso e com isso surge algo que ela não esperava.
Ela se vê sozinha quando descobre sua gravidez e resolve escrever para Anderson contando a novidade. Logo de cara ele não gosta nadinha da notícia.
Através das cartas que ela envia para Anderson, descobrimos como ela se sente com a gravidez e como ela pensa sendo mãe solteira e querendo criar o filho sozinha, sem a ajuda do pai, descobrimos a reação de sua família com a chegada do seu filho e tudo que ela passa para ser uma boa mãe para seu filho.
Para quem é mãe vai ficar tão tocada quanto eu fiquei, mas quem ainda não é, vai se apaixonar pela história.
O livro é simplesmente lindo, me identifiquei demais.

Opinião:
Simplesmente Uauuuuuuuuu!!! Eu me senti na pele da Juliana em cada fase da gestação, seus medos, paranoias, insegurança e a realização de ter um filho.
Janaina relata muito bem esses conflitos.
Uma das partes do livro que me emocionaram bastante foram: o medo dela em ter um parto prematuro ( eu tive, só eu sei como dói ); o receio de criar um filho, ser totalmente responsável por aquele pequeno ser e por final, os custos altíssimos que temos desde o inicio da gravidez.
Só teve uma parte em que a achei muito egoísta, foi quando ela não queria "dividir"  seu filho com o pai, tudo bem que ele foi rude no início, mas logo se redimiu.
A parte que mais ri do livro, foi à maneira que ela chamava o filho, não tive como não rir dessa forma carinhosa!

Leitura recomendada.

Espero que tenham gostado de nossas resenhas e não percam tempo, leiam o livro, pois é maravilhoso.



11 comentários

  1. Muito legal ver a opinião de duas pessoas sobre o mesmo livro. O livro parece ser bem emocionante.

    Adorei o blog! Estou seguindo.

    www.meuslivrosesonhos.blogspot.com.br
    *Ficarei feliz com uma visita sua ao meu blog!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. O querida!

    Tudo o que podia dizer sobre esse livro já disse né?

    Beijinhos
    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  3. O livro deve ser muito bom eu amo livros assim, não gosto de julgar ninguém e lendo o livro vamos ver o que se passa na cabeça pra deixar o pai de fora da criação.

    ResponderExcluir
  4. Já tinha visto a capa do livro e ficado maravilhada, por que é linda. Mas não imaginei que a história fosse assim. Achei egoísmo demais ela não querer "dividir" o filho com o pai, não por ela. Mas pela criança. Talvez lendo eu entenda mais esse ponto, quem sabe né?! Só não sei quando isso irá acontecer. Achei o enredo e parece ser uma leitura gostosa, espero um dia ter oportunidade de lê-lo!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, que delícia saber que o livro foi envolvente e emocionante assim! Adoro literatura nacional e amo ver elogios aos livros. Vou ler assim que sobrar um tempinho!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  6. Ola meninas tudo bem?
    Eu fiquei muito curiosa quanto ao livro, e imagino que deve ser algo extremamente aterrorizante descobrir que esta grávida nas circunstâncias citadas. Fiquei curiosa pra saber o desfecho.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  7. Olá meninas!! Tudo bem??Parabéns pelas resenhas, achei muito interessante esta temática de ler duas opiniões, que só incrementaram esta resenha. Difícil situação, da pra imaginar o medo e os sentimentos que Juliana sentiu. Namoro a 4 anos e meio,e sempre conversar sobre ter uma gravides planejada ( isso ocorrerá mais adiante) mas a quero poder ler este livro para saber como ela irá superar estes obstáculos ( a distancia do pai do bebê, a sua família..) para ter seu filho.
    Bjuss meninas!!

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse livro, como pude? rs.
    Amei sua resenha! Adoro esses livros narrados com cartas... deixa tudo mais intimo e sentimental.
    Espero ter a oportunidade de lê-lo logo...
    Ótima resenha!
    Beijos,

    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. ´Nunca li nenhum livro da Janaína e não tenho vontade de ler esse em especial, as histórias dela não me atraem, talvez porque sejam para outro público alvo, mas achei essa capa perfeita.

    ResponderExcluir
  10. Muito legal essa ideia da resenha dupla \o/
    Nossa a Janaína é fantástica tanto como pessoa (mega atenciosa e carinhosa) como escritora, já li Ser Clara e amei. Fica a dica.
    Valeu pela ótima resenha e pela opinião de vcs, agora mais que nunca quero ler esse livro!!!

    Bjos e te espero lá no Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  11. Sou fã da Janaina. Já li ''Ser Clara'' e ''Apimentando'' e sua escrita definitivamente me cativou.
    Achei muito legal essa história da gravidez indesejada da protagonista. Com certeza, também ficaria desesperada. E outro destaque vai para as cartas. A ideia da autora foi genial e acredito que será uma leitura muito emocionante para mim.
    Gostei muito das duas resenhas. Ambas conseguiram transmitir a emoção que há por trás de ''Cartas para um Pai''.

    ResponderExcluir